Onda verde: entenda o que é o urban jungle

Em meio às rotinas transformadas pela Covid-19, famílias buscam imóveis maiores, abastecidos por uma área externa e facilidades comuns em áreas compartilhadas dos condomínios. Além disso, o contato com a natureza se tornou uma demanda recorrente nos lares brasileiros e, nesse contexto, o conceito do urban jungle– selva urbana, em português,  popularizou-se. 

Essa tendência aproxima o contato com a natureza em meio ao caos urbano das metrópoles, além de possuir inúmeros benefícios para a saúde e bem-estar. Jardins verticais volumosos, hortas, vasos e arranjos estão entre as soluções encontradas pelos moradores para resgatar o contato com a natureza no convívio urbano. 

Urban Jungle: a onda verde que veio para ficar

O conceito do urban jungle nasceu para trazer o máximo de contato com a natureza para dentro dos lares e inseriu o verde na decoração, aconchego e bem-estar dos lares urbanos. Um dos objetivos dessa tendência é recriar o visual de uma floresta urbana em ambientes únicos ou compactados. Além disso, ela fomenta o bem-estar e a sensação de conforto dentro de casa. 

De raízes escandinavas, o urban jungle incorpora o conceito da arquitetura afetiva, que tem como principal objetivo trazer felicidade ao morador. A ideia é levar a conexão com a natureza para os espaços internos e, para isso, é preciso muita dedicação nos cuidados com as plantas.

Comece, aos poucos, com plantas que requerem poucos cuidados e por espécies fáceis, como a jiboia, cactos e samambaias. Confira abaixo algumas dicas de como incluir o verde nos espaços internos da sua casa:

  • Crie um Jardim Vertical

Para a CASACOR, os jardins verticais são uma ótima opção para aqueles que gostam de paisagismo e desejam ter uma atmosfera de ar livre nos espaços internos de casa. Além de serem versáteis, eles podem ser instalados em qualquer cômodo, desde que existam luz e ventilação suficientes para a sobrevivência das plantas. 

Para esse estilo de decoração, é indicado recorrer às plantas que tenham cuidados semelhantes, por exemplo, ter todas de sol ou de sombra garante a elas mais saúde e beleza. Para somar à proposta de urban jungle, podem-se usar materiais sustentáveis para a construção da estrutura, como pallets, suportes ripados ou treliçados.  

  • Vasos e arranjos para ambientes internos

Em ambientes internos, é interessante optar por vasos e arranjos de diferentes tamanhos. Escolha combinações que ornem com a decoração do ambiente, pode-se brincar com volumes, alturas e texturas das plantas. Para áreas sombreadas, figueiras, raphis, francesas, orquídeas e zamioculcas são as espécies de plantas mais indicadas. 

  • Aposte na diversidade

Para compor a decoração da sua urban jungle, aposte na diversidade de espécies de plantas, cores e tamanhos. Assim, é possível levar a variedade de uma floresta para os ambientes internos da sua casa. Na hora de escolher, é importante apostar em espécies com necessidades parecidas para facilitar o cuidado e manutenção da saúde das plantas.  

Além do verde das plantas, pode-se apostar em outros materiais que remetam à natureza, como o bambu, a madeira e a palha. Esses itens complementares ajudam a compor a linguagem da natureza em todo o ambiente, além de trazerem unidade e estilo para a decoração. 

Coloque em prática nossas dicas de urban jungle em um dos imóveis residenciais da MIP Edificações! Conheça nossos empreendimentos e fale com um de nossos consultores. Assine nossa Newsletter para receber conteúdos exclusivos e acompanhe nossas redes sociais!

Compartilhe:

Outras publicações

Fazendas Terras de Minas: convenção de vendas e oportunidades
Veja mais
5 dicas infalíveis para receber bem os convidados em casa
Veja mais
Tudo sobre o projeto social da MIP: solidariedade, engajamento voluntário e impacto social
Veja mais
Tendências de Decoração para 2024: Elegância com Peach Fuzz
Veja mais
Ligamos para você
Fale conosco
Whatsapp