Síndico profissional: você sabe o que é?

A gestão de condomínio não é uma tarefa fácil e, por isso, muitos condôminos optam por contratar a figura do síndico profissional. Ele é responsável pela manutenção predial, administração, finanças e também pela gestão de pessoas. O síndico profissional atende a prédios de grande porte, possui um perfil ágil na hora de tomada de decisões e conta com conhecimento aprofundado sobre a legislação de condomínios. 

O artigo 1.347 (Lei 10.406/01) do Código Civil Brasileiro garante a presença de um síndico profissional na administração condominial – o que antes de 2002 somente era possível para síndicos condôminos (moradores). Além de todo conhecimento técnico, o profissional certifica uma gestão imparcial no condomínio, o que é fundamental para a organização e ordem da gestão. 

Síndico profissional: entenda as principais funções 

O síndico profissional é o gestor responsável por gerenciar a administração condômina. A decisão pela contratação do especialista é uma decisão conjunta entre todos os moradores do condomínio quando se vê a necessidade de um técnico da área – o que é comum em condomínios de alto porte ou apartamentos de alto luxo.   

O gestor – por não ser um morador – é mais objetivo na tomada de decisões, além de ser especialista na legislação de condomínios e assuntos financeiros. Entretanto, a contratação do serviço gera um custo a mais para os moradores, visto que é um serviço terceirizado. Por isso, é importante uma Assembleia Geral para entender se todos estão de acordo com a contratação do serviço.  

Além de representar o condomínio legalmente, o síndico profissional tem como função:

  • Convocar assembleias;
  • Quitar contas e obrigações trabalhistas;
  • Gerir orçamentos e contabilidade mensal do condomínio;
  • Prestação de contas e contratação de serviços terceirizados;   
  • Cobrar taxas condominiais, aplicar advertências e multas;
  • Construir o Regimento Interno do Condomínio e apólice de seguro para o prédio;  
  • Trabalhar em parceria com o conselho fiscal do condomínio (grupo de moradores eleitos em assembleia que tem como objetivo fiscalizar a gestão sindical).

Além de qualificado, o profissional conta com ferramentas de gestão que facilitam o dia a dia do trabalho, como aplicativos de comunicação e softwares de gestão financeira. Assim, é possível garantir a transparência na gestão condominial que preze pela saúde financeira. 

Saiba as vantagens de contratar um síndico profissional para a gestão condominial 

Condomínios de grande porte necessitam de uma gestão completa, transparente e organizada. Para isso, como citado acima, a contratação de um síndico profissional pode ser uma solução eficaz. Com a contratação de um profissional é mais fácil cobrar uma gestão de qualidade e imparcial.

Além disso, a capacitação profissional do síndico é fundamental para o cumprimento de normas e administração geral do condomínio, evitando futuras inadimplências. O gestor conta também com uma rede de prestadores de serviços de confiança, o que ajuda a evitar problemas com contratação de serviços terceirizados. 

Condomínios que optam pela contratação de um síndico profissional podem contar com o intermédio de uma administradora. É fundamental uma pesquisa prévia de mercado com indicações de possíveis gestores/administradoras. 

Para mais informações sobre o mercado imobiliário, assine nossa Newsletter. Siga a MIP Edificações nas redes sociais.

Compartilhe:

Outras publicações

Tendências de Decoração para 2024: Elegância com Peach Fuzz
Veja mais
O momento Ideal para Adquirir seu Imóvel
Veja mais
Decoração funcional: como otimizar seu espaço
Veja mais
O Bem-Estar de Morar Perto de Áreas Verdes
Veja mais
Ligamos para você
Fale conosco
Whatsapp